Sempre em expansão, as masterclasses do Música em Trancoso inovaram em 2018 ao introduzir aulas de canto lírico com a soprano francesa Nathalie Manfrino

Nathalie Manfrino durante a masterclass de Canto no Música em Trancoso 2018

As masterclasses do Música em Trancoso se expandiram em 2018 com aulas de canto lírico, que até então não haviam sido ministradas no festival. A mestra que inaugurou esta nova modalidade foi a soprano francesa Nathalie Manfrino, que fez sucesso entre os alunos e também como solista convidada do concerto de encerramento desta sétima edição do festival.

Sempre gratuitas, as masterclasses do Música em Trancoso são oportunidades de intercâmbio e aprimoramento para os participantes. A cada ano, mais de 100 músicos frequentam as aulas ministradas por expoentes musicais, vindos de diferentes países.

Grandes solistas, os professores convidados também participam dos espetáculos do Música em Trancoso, inclusive do programa Música de Câmara, que reúne participantes selecionados das masterclasses. Invariavelmente, estes concertos camerísticos marcam a programação, sempre se transformando em um encontro de virtuoses, que funde talentos de mestres e alunos.

Em 2018, vieram da Alemanha três solistas-professores convidados: o violinista Oscar Bohórquez, que já colaborou com o renomado Gidon Kremer e toca com frequência nas principais salas europeias de concerto, como a Filarmônica de Berlim; o violoncelista Leonard Elschenbroich, um colecionador de prêmios que cultiva especial interesse pela música da América Latina, onde fundou a Orquestra Filarmônica da Bolívia, da qual é mentor artístico; e o clarinetista Matthias Ambrosius, também compositor, que já realizou expressivos trabalhos com o maestro Lorin Maazel.

As aulas de trompa e flauta foram ministradas por dois mestres franceses: Félix Dervaux e Benoît Fromanger. Um prodígio musical, Félix Dervaux é primeiro trompista da Orquestra Real Concertgebouw de Amsterdã (Holanda), considerada “a melhor orquestra do mundo” pela revista especializada Gramophone. Ao mesmo tempo, como solista, tem se apresentado com algumas das principais orquestras internacionais. Já Benoît Fromanger, também maestro, é conhecido do público brasileiro por suas frequentes apresentações no País. Em 2017, por exemplo, Fromanger realizou concertos no Teatro L’Occitane, em Trancoso, com a Orquestra Sinfônica de Bucareste, da qual é regente titular.

O rol de grandes instrumentistas que ministraram masterclasses no Música em Trancoso de 2018 se completou com o russo Timur Martynov, uma sumidade do trompete. Excepcional representante da escola russa de sopros, Martynov toca com renomadas orquestras e desde 2007 é o primeiro trompete permanente da Sinfônica Mariinsky, a mítica orquestra do histórico Teatro Mariinsky de São Petersburgo, hoje dirigida pelo maestro Valery Gergiev.

A músicos deste calibre soma-se ainda um convidado permanente do festival – o violinista romeno Lorenz Nasturica-Herschcowici, que se tornou uma espécie de mentor das masterclasses do Música em Trancoso.

A cada ano, um rol de grandes músicos participa das masterclasses do festival. Por meio desta incessante troca de conhecimentos, o Música em Trancoso procura oferecer oportunidades de evolução para todos os participantes.

 

Voltar para Cultura Musical