Orquestra Acadêmica Mozarteum Brasileiro abre o 7º Música em Trancoso, com obras completas de Beethoven e Mussorgsky

Uma das maiores conquistas do Música em Trancoso – a Orquestra Acadêmica Mozarteum Brasileiro (OAMB) – inaugurou com brilho a 7ª edição do festival, na noite de sábado, 3 de março. No palco aberto do Teatro L’Occitane, sob regência de seu maestro titular, Carlos Moreno, interpretou a Sétima Sinfonia de Beethoven com a plenitude das grandes formações orquestrais. Eram 80 músicos no palco, representando vários estados brasileiros e também alguns países sul-americanos, como Colômbia e Venezuela. Formada em 2017, a OAMB nasceu no Música em Trancoso, para ser sua orquestra exclusiva.

Neste programa de abertura do festival, a OAMB apresentou obras completas. Depois da Sinfonia nº 7 em Lá Maior, de Beethoven, na segunda parte tocou Quadros de uma Exposição, de Mussorgsky, conduzida por um maestro convidado, o alemão Wolfgang Roese, e com o polonês Maciej Pikulski como solista de piano. O Coro Música em Trancoso, com 58 jovens cantores, também participou da apresentação.

Tantos talentos reunidos no palco fizeram da abertura do 7º Música em Trancoso uma noite jubilosa, transmitindo as melhores expectativas sobre a intensa programação do festival, que se estende até 10 de março, com novas surpresas a cada dia.

Voltar para Cultura Musical