Academia Canto em Trancoso 2019

Canto em Trancoso realizará sua quinta edição em 2019, com seu contínuo propósito de proporcionar formação, aprimoramento e oportunidades para jovens cantores brasileiros.

Promovida pelo Mozarteum Brasileiro, em parceria com uma das mais reconhecidas organizações corais do mundo – a Chorakademie Lübeck, da Alemanha – esta academia brasileira de canto acontece anualmente, nos meses de julho, no Teatro L’Occitane de Trancoso (BA).

Sob direção do maestro Rolf Beck – expert em canto coral e fundador da Chorakademie Lübeck – Canto em Trancoso reúne bolsistas de vários estados brasileiros, que participam de aulas gratuitas de interpretação e técnica vocal com importantes professores, durante uma semana.

Os bolsistas que mais se destacam são selecionados para um período adicional de estudos na Alemanha, na Chorakademie Lübeck em 2020.

Os ensaios e concertos deste ano serão conduzidos pelo Maestro Rolf Beck e as aulas  serão ministradas pelos professores, Lucia Duchoňová, Marcel Boone e Renate Arends.

O concerto de encerramento da edição de 2019 – no dia 13 de julho, às 18h30, no Teatro L’Occitane – apresentará Magnificat de Bach e Gloria em Ré Maior de Vivaldi que também será o tema das aulas deste ano.

LEIA ATENTAMENTE as condições para participação:

  • Ter entre 17 e 28 anos.
  • Inscrever-se entre 8 de abril e 10 de maio de 2019 por meio de preenchimento do formulário abaixo.
  • Enviar um vídeo de no mínimo 5 ( cinco ) minutos e máximo de 10 ( dez ) minutos de interpretação do repertório abaixo, com acompanhamento obrigatório de piano, contemplando:
    • Uma breve introdução, o candidato deverá explicar, em inglês, por que canta e por que deseja participar da academia Canto em Trancoso.
    • Cantores que pretendem apresentar ária da capo (ABA’) devem gravar apenas as seções A e B, sem cantar novamente a seção A’ da capo.
      • Para os interessados em participar dos solos de Magnificat de Bach, gravar um solo de Magnificat + uma obra de Mozart.
      • Para os interessados em participar dos solos de Gloria de Vivaldi, gravar um solo de Gloria + uma obra de Mozart.
      • Para os interessados em participar dos solos de Magnificat de Bach e de Gloria de Vivaldi, gravar um solo de Magnificat + um solo de Gloria + uma obra de Mozart.
      • Para os que não tem interesse em participar dos solos, gravar uma obra de Bach ou Händel + uma obra de Mozart.

Clique AQUI para preencher o Formulário de Inscrição

 

Processo de seleção:

  • Os melhores colocados, entre todos os inscritos, receberão bolsas de estudos completas (transporte aéreo e terrestre, hospedagem e alimentação em Trancoso);
  • Os nomes dos alunos selecionados serão divulgados através de e-mail e no site, no dia 3 de junho de 2019.

Mozarteum Brasileiro

Fundado por Sabine Lovatelli e Claude Sanguszko, é uma das mais conceituadas associações culturais do país e tem como objetivo valorizar e difundir a cultura musical. Por meio da organização e promoção de espetáculos de música erudita e da manutenção de uma série de atividades educativas em São Paulo e Trancoso, sul da Bahia, fomenta a inclusão social e estende o acesso ao melhor da música para o maior número de pessoas. Desde 1981, início de suas atividades, vem atuando para cumprir dois grandes objetivos: trazer a excelência musical internacional para o público brasileiro e, ao mesmo tempo, incentivar o desenvolvimento pessoal e social por meio de várias iniciativas de cunho cultural e educativo. Traz ao Brasil algumas das maiores orquestras do mundo e abre espaço em sua programação para a apresentação de orquestras jovens e novos talentos brasileiros. Em sua trajetória, realizou mais de 1.500 concertos, que foram vistos por mais de dois milhões de espectadores, em teatros e locais públicos. Mais de nove mil alunos passaram pelas masterclasses e mais de 240 jovens talentos foram encaminhados às melhores instituições musicais nacionais e europeias, por meio de bolsas de estudos concedidas pela instituição.

Chorakademie Lübeck

A Chorakademie Lübeck reúne cantores de quatro continentes e possui características únicas no mundo. A partir de audições internacionais, seleciona cantores para participar de sua academia, proporcionando-lhes oportunidades de trabalhar com famosos e experientes maestros, professores e artistas. Ao mesmo tempo, orienta as carreiras de todos os seus integrantes. Em síntese, a Chorakademie Lübeck funciona como um pool de talentos, cuja meta é a excelência artística. O coro internacional da academia foi formado em 2012, como parte do Schleswig-Holstein Music Festival. Seus solistas simbolizam uma ideia internacional e unificada, sem fronteiras e diferenças raciais, motivada pela filosofia do processo criativo como senso comum.

Rolf Beck

A magnífica estreia mundial de St. Luke Passion, de Penderecki, na Münster Cathedral da Alemanha, em 1966, foi decisiva para o então jovem estudante de direito Rolf Beck perseguir seu entusiasmo pela música clássica. Após se formar advogado, ele começou a estudar com Helmuth Rilling e, em 1972, fundou o Marburg Vocal Ensemble, que logo ganhou vários prêmios nacionais e internacionais e se tornou um dos principais corais alemães. Beck também fundou o coral da Bamberg Symphony Orchestra, que conquistou sucesso similar. Em 2002, como diretor artístico do Schleswig-Holstein Music Festival, criou uma academia coral, que participou de várias turnês na Alemanha e no exterior. Em 2014, o grupo tornou-se a Chorakademie Lübeck.

Lucia Duchoňová

A mezzo-soprano eslovaca Lucia Duchonová já foi indicada ao prêmio Grammy e é reconhecida como uma das melhores cantoras de sua geração. Os primeiros destaques de sua carreira foram a Missa de Leonard Bernstein no Festival de Música Europeu de Passau e um concerto tributo à sua famosa conterrânea Lucia Popp, em Bratislava. Em seguida, apresentou-se em diversos festivais europeus importantes. Nos palcos de ópera, viveu os papeis de Lisetta em Il mondo della luna, de Haydn, a Terceira Dama na Flauta Mágica e Dorabella em Così fan tutte, de Mozart. Além de cantora, Lucia atua na área de ensino. É mestra destacada de masterclasses para jovens cantores, desenvolvendo conceitos musicais e pedagógicos para a Chorakademie Lübeck.

Marcel Boone

O barítono holandês Marcel Boone já se apresentou em palcos internacionais de ópera tais como a Ópera Nacional Holandesa, Staatsoper de Berlim, Ópera Nacional de Lyon, Teatro Stanislavsky de Moscou, Volksoper de Viena, dentre outros. Foi muito elogiado por suas interpretações de Mozart e aclamado pela crítica nos papeis de Don Giovanni, Conde Almaviva e Guglielmo. A estreia profissional de Marcel Boone como barítono lírico se deu na Holanda, com a Nationale Reisopera, companhia que se tornaria sua casa ao longo de sete temporadas e onde representou inúmeros papeis, incluindo Lescaut (Manon Lescaut), Schaunard (La bohème), Guglielmo (Così fan tutte), Conde Almaviva (As Bodas de Fígaro), Ned Keene (Peter Grimes) e Don Fernando (Fidélio). Marcel estudou no Conservatório de Utrecht, no Conservatório Real em Haia e no Estúdio Internacional de Ópera em Amsterdam. Atualmente é professor de canto na Faculdade de Música de Basel, na Suíça.

Renate Arends

A soprano holandesa Renate Arends se apresenta com regularidade em importantes palcos de concerto e ópera. Sua voz quente, lírica e flexível se adapta a um repertório que vai da música antiga a obras mais contemporâneas. Trabalhou com vários regentes e diretores de ópera e seu nome inspira respeitável experiência. Vivendo atualmente na Holanda, é muito requisitada como convidada das orquestras locais. Além do canto, sua segunda paixão é formar e dar aulas para jovens cantores profissionais. O processo de aprendizado em todos os seus aspectos é para ela infinitamente fascinante. Renate se mostrou professora dedicada e comprometida e vem dando aulas e masterclasses no Conservatório Real de Haia e no Conservatório Prins Claus em Groningen, Holanda.

 

Voltar para Cultura Musical