Oscar_Peterson_Rio_de_Janeiro_1987

Considerado um dos mais importantes pianistas de jazz de todos os tempos, Oscar Peterson acumulou inúmeros prêmios da indústria fonográfica – entre eles, oito Grammys –, menções honrosas e condecorações internacionais. Essa lenda do jazz, que se tornou famoso por sua virtuosidade, nasceu na cidade canadense de Montreal em 1925. Peterson iniciou os estudos de piano clássico aos seis anos e, aos 14, ganhou um concurso nacional de música amadora. Foi convidado para integrar a Johnny Holmes Orchestra, que lhe deu oportunidade de aprender composição e arranjo, e em 1947 formou o seu primeiro trio, com Bert Brown e Frank Gariepy. O produtor Norman Granz se encantou por seu trabalho e o convidou para fazer parte de sua banda Jazz at the Philharmonic, com a qual se apresentou no Carnegie Hall em Nova York e passou a excursionar pelos Estados Unidos com grandes nomes da época. Granz tornou-se o seu empresário e amigo ao longo dos anos. Em 1952 fundou um trio com o baixista Ray Brown e o guitarrista Barney Kessel (substituído por Herb Ellis um ano depois). Fez inúmeras apresentações e concertos com os principais nomes do jazz, como Louis Armstrong, Count Basie, Charlie Parker, Ella Fitzgerald, Billie Holiday, Dizzy Gillespie, entre muitos outros, ganhando a alcunha de “o homem de quatro mãos” em função de sua velocidade nos solos. Peterson contabilizou mais de 200 gravações, incluindo solos, duetos, trios e participações em trabalhos de outros músicos e se tornou referência para artistas de gerações seguintes. Na década de 80, o Mozarteum Brasileiro trouxe Oscar Peterson em duas de suas temporadas internacionais, se apresentando em São Paulo, no Palácio das Convenções do Anhembi e no Rio de Janeiro, no Teatro Municipal. Em 1985, Peterson se apresentou sozinho ao piano e em 1987 foi acompanhado por David Young no baixo e Martin Drew na bateria, com uma apresentação extra no Parque do Ibirapuera em um concerto gratuito. Em 1993 Peterson sofreu um AVC que enfraqueceu o lado esquerdo de seu corpo e o afastou por dois anos. Gradualmente, recuperou a mobilidade e o controle de sua mão esquerda e em 1995 ele gravou um CD e deu continuidade a sua turnê pelos Estados Unidos e Europa. Em 1997 ele recebeu um Grammy pelo conjunto da obra. Oscar Peterson voltou ao Brasil nos anos de 1996 e 1998, ambas as apresentações no Theatro Municipal de São Paulo. Em 1996, se apresentou ao lado de Niels-Henning Orsted-Pedersen no contra-baixo, Martin Drew na bateria e Lorne Lofsky na guitarra, com um concerto gratuito no Parque Ibirapuera. Em 1998, foi acompanhado por Niels-Henning Orsted-Pedersen no contra-baixo, Ulf Wakenius na guitarra e Martin Drew na bateria. Em 2007 sua saúde declinou, vindo a falecer em dezembro, aos 82 anos.

Para comemorar a data em que seu marido completaria 90 anos, a viúva Kelly Peterson, anuncia o lançamento mundial de Oscar, With Love, álbum que celebra a música do jazzista por meio de interpretações de alguns dos mais renomados nomes do gênero em todo o mundo.

O álbum deve chegar às lojas no dia 11 de dezembro de 2015 e será celebrado na mesma data com um concerto especial no The Royal Conservatory of Music do Koerner Hall, em Toronto, no Canadá, onde vários dos artistas presentes que gravaram o álbum se apresentarão. O concerto marca a ocasião única em que o piano de Oscar Peterson será visto e ouvido publicamente, fazendo deste um momento memorável. Os ingressos já estão à venda.

O novo álbum não apenas apresenta composições inéditas de Peterson, mas também foi inteiramente gravado no estúdio pessoal do artista com o próprio piano dele, um Bösendorfer Imperial. Nunca antes houve um disco no qual vários artistas tocassem o instrumento pessoal de uma lenda do jazz.

“Ele amava seu piano. É impossível para mim pensar no Oscar sem o piano”, afirma Kelly, produtora-executiva do trabalho. “É um dos mais sofisticados e incomuns instrumentos do mundo. Ele o escolheu a dedo na fábrica da Bösendorfer em Viena, em 1981, e nunca foi tocado publicamente antes”.

Oscar, With Love traz Oscar Peterson como compositor e mostra em primeira mão diversas peças escritas por ele, mas nunca gravadas. As composições foram escolhidas no acervo do artista para o projeto. Grande parte da música do álbum foi escrita por Peterson, ou para ele, por alguns de seus amigos mais próximos.

E são justamente esses amigos e colegas de profissão que participam do projeto. Este grupo impressionante acumula um total de 32 Grammys, quatro Grammys Latinos, três Oscars, um Globo de Ouro, um BAFTA e sete prêmios Juno.

A lista de participantes inclui alguns dos maiores jazzistas em atividade hoje – Chick Corea, Monty Alexander, Ramsey Lewis, Kenny Barron, Benny Green, Oliver Jones, Makoto Ozone, Renee Rosnes, Bill Charlap, a cantora e pianista Audrey Morris e o pianista/produtor, Lance Anderson. Chick Corea escreveu e interpretou uma nova composição (chamada One For Oscar) especialmente para o projeto. Dois convidados incríveis contribuíram com performances – o compositor/arranjador e grande amigo de Peterson, Michel Legrand, e o extraordinário pianista clássico Andre Watts.

Peterson era conhecido por seu encorajamento e apoio a jovens e talentosos instrumentistas. Oscar, With Love dá continuidade a esta tradição ao abrir espaço para alguns músicos excepcionais – Gerald Clayton, Hiromi, Justin Kauflin e Robi Botos.

Ainda que seja, antes de tudo, um disco dedicado ao piano solo, algumas das performances são acompanhadas pelo amigo e parceiro musical de longa data de Peterson, o baixista Dave Young. O internacionalmente renomado engenheiro de som suíço Blaise Favre gravou e mixou Oscar, With Love. As gravações foram co-produzidas por Kelly Peterson e pelo produtor vencedor do prêmio Juno, Lance Anderson, que assumiu também o papel de produtor musical.

Oscar, With Love será lançado em uma edição limitada em vinil – 1.925 sets (cinco LPs cada), número que representa o ano de nascimento de Peterson. Terá também uma edição especial de colecionador, que incluirá um LP escolhido do acervo pessoal de Oscar. Além disso, estará disponível em edição deluxe com um livro comemorativo, assim como na versão padrão em CD. A pré-venda começou no dia 1º de julho. Para adquirir esta histórica e memorável gravação, visite www.oscarwithlove.com. O vídeo oficial de lançamento pode ser visto no www.youtube.com/oscarpetersonlegacy e, para novidades e atualizações, visite www.facebook.com/oscarpetersonmusic. Para informações sobre o concerto e a temporada do Royal Conservatory of Music do Koerner Hall, visite www.rcmusic.ca.