Lucia Duchonova

Mezzo-soprano

Já indicada ao disputado prêmio Grammy, a mezzo-soprano eslovaca Lucia Duchoňová é vista por experts como uma das mais expressivas cantoras de sua geração.

Em uma crítica à gravação de Canto a Sevilla, de Joaquin Turina, a revista Gramophone, muito impressionada, descreveu a voz de Lucia Duchoňová como detentora do “mais sublime registro alto”. A alemã Klassik Heute viu em Lucia “uma artista exemplar em termos de musicalidade e nuances de voz” e até mesmo comparou seu talento interpretativo ao da lendária Victoria de los Angeles (1923-2005). Seja como for, há um aspecto recorrente em todas as críticas de diferentes países: a sensibilidade do fraseado com a qual Lucia deixa sua marca em cada uma das obras que interpreta.

Os primeiros destaques de sua carreira foram a Missa de Leonard Bernstein no Festival de Música Europeu de Passau e um concerto tributo à sua famosa conterrânea Lucia Popp, em Bratislava, seguidos de apresentações nos festivais de música de Herrenchiemsee, Schleswig-Holstein, festival Händel em Göttingen, festival de Rheingau, de Ottobeuren, Mecklenburg-Vorpommern, o Noites Brancas em São Petersburgo, Primavera de Praga, festival de Usedom, La Folle Journée em Tóquio, entre outros. Nos palcos de ópera, viveu os papeis de Lisetta em Il mondo della luna, de Haydn, a Terceira Dama na Flauta Mágica e Dorabella em Così fan tutte, de Mozart.

A discografia de Lucia Duchoňová inclui: de Händel, Judas Macabeu (DHM) e Festa de Alexandre (Hänssler Classic), seu primeiro CD solo, Canto a Sevilla – indicado para o Prêmio Grammy 2010 na categoria Melhor Performance Vocal (Hänssler Classic), Canciones & Conciertos (2012, Hänssler Classic), Melancholy (2014, Capriccio/ Deutschlandradio Kultur).

Além da atividade como cantora, Lucia também atua na área de ensino, ministrando masterclasses a jovens cantores e desenvolvendo conceitos musicais e pedagógicos para a Chorakademie Lübeck e para a Academia Coral Canto em Trancoso. Ela também organiza o festival internacional a cappella ZOOM+, em Trnava, Eslováquia.