Sabine Lovatelli

Sabine Lovatelli nasceu na cidade de Jena, Alemanha.

Sua vocação para a arte se revelou na infância, quando começou a frequentar concertos e atividades ligadas à música, em sua terra natal.

Seus estudos foram realizados na Escola Elsa-Brandström, em Hannover, Alemanha, de 1954 a 1967. Entre 1967 e 1970 estudou idiomas em Paris (França) e Londres (Inglaterra). Voltando para a Alemanha, em 1970, conheceu Carlo Lovatelli, com quem se casou no Brasil em 1971, fixando residência na capital do Estado de São Paulo.

1981

– Fundou o Mozarteum Brasileiro, do qual é presidente desde então. – Implementou a série Concertos do Meio-Dia, que até 1995 apresentou artistas brasileiros no MASP – Museu de Arte de São Paulo – sempre com entrada franca ao público.

1982

– O Mozarteum Brasileiro recebeu o 1º Prêmio de Música Erudita, concedido pela Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA).

1984

– Fundou a American Associates of Mozarteum Brasileiro, baseado em Washington DC (EUA), da qual também é Chairman of the Board. Tal organização tem como objetivo consolidar as atividades do Mozarteum Brasileiro fora do Brasil, facilitando assim os contatos com artistas e entidades estrangeiros.


1985

– Criou a série Musiquarta , que manteve até 1991, no Centro Empresarial São Paulo, seguindo os moldes dos Concertos do Meio-Dia.

1986

– Recebeu o título Personalidade do Ano, outorgado pelo Rotary Club de São Paulo.

1989

– Recebeu a Ordem do Rio Branco, a mais alta condecoração concedida a estrangeiros pelo Governo do Brasil.


1994

– Foi eleita para a Diretoria do Museu de Arte de São Paulo – MASP, onde continua como membro vitalício desde março de 2015.

2000

– Recebeu a insígnia da Ordem do Mérito Cultural, por sua contribuição ao desenvolvimento cultural do País, pelo então Presidente Fernando Henrique Cardoso.

– Tornou-se membro da CEAL – Conselho Empresarial da América Latina, do qual participou até 2013.

– Iniciou na Faculdade Santa Marcelina as masterclasses – aulas ministradas por músicos visitantes do Mozarteum a jovens estudantes de música brasileiros.

– Iniciou parceria com o Festival de Schleswig-Holstein – Alemanha, viabilizando bolsas de estudos para jovens brasileiros estudantes de música.

2002

– Passou a integrar o Conselho Consultivo do Instituto Criança é Vida.


2003

– Recebeu do Instituto Martius-Staden e da Câmara de Comércio e Indústria Brasil – Alemanha o Prêmio Martius-Staden pelos seus méritos na preservação, divulgação e no estreitamento dos laços culturais entre o Brasil e a Alemanha, através de seu trabalho à frente do Mozarteum  Brasileiro.

2004

– Iniciou parcerias com a Academia Orquestral Internacional de Verão do Collegium Musicum Schloss Pommersfelden – Alemanha, e com a Orquestra Internacional do Instituto Attergau – Áustria, com o objetivo de viabilizar bolsas de estudos para jovens brasileiros estudantes de música.

– Recebeu o IX Prêmio Carlos Gomes de Música Erudita, outorgado ao Mozarteum Brasileiro na categoria Espetáculo do Ano, pela realização dos recitais dos pianistas Martha Argerich e Nelson Freire.

2009

– Recebeu o Prêmio Personalidade do Ano, outorgado pela Confederação Alemã das Câmaras de Comércio e Indústria e a Câmara de Comércio e Indústria Brasil – Alemanha, entregue pelo Ministro da Economia da Alemanha, Dr. Karl-Theodor Freiherr zu Guttenberg.


2010 até 2016

– Foi Conselheira Consultiva do Curtis Institute of Music, Philadelphia (EUA).

2011 a março de 2015

– Passou a integrar o Conselho Curador da Fundação Padre Anchieta – Centro Paulista de Rádio e TV Educativas.

2012

– Fundou, juntamente com Carlo Lovatelli, Reinold Geiger e Carlos Eduardo Régis Bittencourt, a Associação Cultural Música em Trancoso, instituição sem fins lucrativos, da qual é Vice-Presidente e Diretora Artística. A atividade principal desta associação é a realização do festival Música em Trancoso, no sul da Bahia que, além de programação de concertos de música clássica e popular, oferece programas educativos para jovens músicos e aulas de iniciação musical para crianças em escolas públicas. Este mesmo grupo foi responsável pelo planejamento e construção do Teatro L’Occitane, inaugurado em 2012.

– Recebeu o Prêmio USP de Direitos Humanos na categoria Individual, por suas ações concretas na promoção da justiça social, paz, solidariedade, ética, tolerância e democracia.


2013

– Foi nomeada Embaixadora do Programa German Chancellor Fellowship for Prospective Leaders in Brazil, na área de sociedade e cultura, programa vinculado à chanceleraria alemã, através da Alexander von Humboldt Foundation.

2014

– Recebeu da República da Áustria a Condecoração de Ciência e Arte, pelo seu trabalho no Mozarteum Brasileiro.

2016

– Recebeu a Cruz de Honra e Mérito do presidente da República federal da Alemanha, Joachim Gauck, como reconhecimento à sua grande dedicação em prol das relações alemãs–brasileiras, principalmente no campo da cultura.


2017

– A Câmara Municipal de Porto Seguro (BA) concedeu a Sabine Lovatelli o título de Cidadã Portosegurense.