Orquestra Sinfônica de Bamberg

Jonathan Nott, regente | Maciej Pikulski, piano | Günther Forstmaier, clarinete

Quando: 21 de maio (matinê para crianças)
Horário: 16h
Local: Auditório Ibirapuera (São Paulo, SP)
Avenida Pedro Álvares Cabral, Portão 2, Parque Ibirapuera

Quando: 22 de maio (concerto ao ar livre)
Horário: 11h
Local: Plateia externa do Auditório Ibirapuera (São Paulo, SP)
Avenida Pedro Álvares Cabral, Portão 2, Parque Ibirapuera

Quando: 23 e 24 de maio
Horário: 21h
Local: Sala São Paulo (São Paulo, SP)
Praça Julio Prestes, 16


Orquestra Sinfônica de Bamberg

A Sinfônica de Bamberg conta com posição privilegiada no mundo da música: foi a primeira orquestra alemã a se apresentar fora do país após a Segunda Guerra Mundial, tornando-se embaixadora musical da Alemanha. Mais de 7.000 concertos em mais de 500 cidades de mais de 60 países: eis o balanço de uma orquestra que recentemente celebrou 70 anos de fundação e cujas raízes remontam à cidade de Praga da época de Mahler e Mozart – uma tradição sonora que ultrapassa 230 anos.

Só em São Paulo, a Sinfônica de Bamberg já esteve 19 vezes – a primeira em 1962. Agora empreende sua nona turnê pela América do Sul.

Convites regulares para tocar nas principais salas de concertos do mundo são o retrato fiel do prestígio da Sinfônica de Bamberg. Ela pode ainda ser apreciada com regularidade nos grandes festivais, como o de Lucerna, o Festival Internacional de Edinburgo ou no London Proms, além de Salzburg e Pequim. A orquestra já viajou ao Japão 13 vezes, tocou por diversas vezes na China e há 50 anos apresenta-se com regularidade nos Estados Unidos. Além disso, é presença constante nos prestigiosos palcos da Alemanha, Áustria e Suíça, tais como no teatro da Filarmônica de Berlim, do Festival de Baden-Baden, a Konzerthaus Dortmund e Filarmônica de Essen, a Tonhalle de Zurique, Konzerthaus de Viena e a Sala Hércules (Herkulessaal) de Munique.

De janeiro de 2000 até agosto de 2016, Jonathan Nott ocupa o posto de regente titular e diretor artístico da orquestra. Além dele, Herbert Blomstedt recebeu o importante título de regente honorário em março de 2006. Sob a condução de Jonathan Nott, a Sinfônica de Bamberg vem se destacando na execução dos mais variados repertórios, em especial na obra de Mahler, compositor que se tornou foco mais recente da dedicação do grupo.

Assim, já há algum tempo a Sinfônica de Bamberg e Jonathan Nott chamam atenção no cenário musical mundial, figurando entre as principais orquestras consagradas a Mahler. Um grande projeto artístico que ocupou a Sinfônica de Bamberg e seu regente titular Jonathan Nott durante quase dez anos, foi a gravação de diversas sinfonias de Gustav Mahler – um ciclo cujos registros foram coroados com repetidos elogios da crítica internacional e importantes premiações, como o Prêmio Internacional Toblacher Komponierhäuschen em 2009 e o MIDEM Classical Award em 2010.

Mas não é apenas o trabalho orquestral que rende prestígio internacional à Sinfônica de Bamberg. No primeiro semestre de 2004 a orquestra organizou o até então inédito concurso de regência The Mahler Competition, considerado internacionalmente o mais importante fórum de seu gênero. Para Gustavo Dudamel, vencedor da primeira edição do concurso, o sucesso em Bamberg foi o prelúdio de uma carreira prodigiosa.

A orquestra dispõe de uma academia de orquestra própria desde 2010, onde jovens talentos têm oportunidade, ao longo de dois anos, de conhecer em profundidade o dia a dia de uma orquestra de ponta – um trampolim para uma carreira profissional em orquestras internacionais e, para a Sinfônica de Bamberg, a certeza de que o lendário “som bamberguiano” será transmitido a futuros músicos.


Jonathan Nott | Regente 

Jonathan-temporadaJonathan Nott assumiu o posto de regente titular da Sinfônica de Bamberg em janeiro de 2000, dando continuidade, com enorme sucesso, ao legado de seus predecessores no pódio do tradicional corpo musical. Ao final de seu contrato, em meados de 2016, terá estado 658 vezes à frente de “sua” orquestra – mais do que qualquer outro maestro na história da Sinfônica de Bamberg. Ele já regeu a orquestra em São Paulo quatro vezes, a última delas em 2011, com o pianista Till Fellner como solista.

O maestro e a Sinfônica de Bamberg se apresentam regularmente em todas as principais salas da Europa e em festivais como o de Lucerna, Salzburg, Edinburgo, Pequim e Londres. Fizeram longas temporadas de concertos em Paris, Madri, Bruxelas, Viena, Luxemburgo, Londres e Berlim e empreenderam diversas turnês pelo Japão, China e América do Sul. Nott e sua orquestra também tocaram para o Papa Bento XVI na residência de verão do Papa em Castel Gandolfo.

Após trabalhar na Ópera de Frankfurt, Jonathan Nott exerceu o cargo de diretor musical do Teatro do Estado de Hessen, Alemanha, onde foi também diretor artístico interino na temporada de 1995/1996. Durante este período regeu um amplo espectro de obras do repertório operístico e sinfônico, além de balés.

Na mesma época, iniciou intensa cooperação com o Ensemble Modern e, em 1997, assumiu a direção da Orquestra Sinfônica de Lucerna como regente titular. Paralelamente, no período de 2000 a 2003, dirigiu o Ensemble Intercontemporain em Paris (grupo fundado por Pierre Boulez), onde até hoje é convidado, regularmente, a reger concertos. Em 2014 Jonathan Nott assumiu o posto de regente titular e consultor artístico da Filarmônica Jovem Alemã e de diretor musical da Orquestra Sinfônica de Tóquio. Na temporada de 2016/2017, também passará a ser regente titular e diretor musical da Orchestre de la Suisse Romande, em Genebra.


Maciej Pikulski | Piano

Solista de piano e músico de câmara com reconhecimento internacional, Maciej Pikulski também se destaca como acompanhante de cantores importantes.
Nascido na cidade polonesa de Cracóvia em 22 de janeiro de 1969, Pikulski formou-se em piano, música de câmara e acompanhamento vocal no Conservatório de Música de Paris. Quando fazia sua pós-graduação, foi premiado pela Fundação France Telecom.
Discípulo do pianista e pedagogo francês Dominique Merlet, Pikulski prosseguiu seus estudos como solista com Clive Britton, formado por Claudio Arrau.
Pikulski já se apresentou em quase 30 países, em cinco continentes. Ele já tocou com orquestras da França, Bélgica, Inglaterra, Romênia, Itália e Polônia.
Já gravou três CDs de piano solo, com obras de Rachmaninoff, Liszt, Chopin e Shubert. Em dezembro de 2004 foi convidado pela French Chopin Society para realizar a performance de piano na reconstrução do último concerto de Chopin em Paris. Em 2006, fez parte da apresentação integral das Sonatas de Mozart, no Festival de San Sebastian (Espanha).
Como performer de piano, Pikulski criou um dueto com o violoncelista Raphael Chretien, com o qual gravou dois CDs – 3 Sonatas de Jean Huré e 2 Sonatas de Guy Ropartz e Sonata de Henri Duparc (Ed.Daphéneo). Em concertos camerísticos, tocou com importantes músicos europeus, como Sonia Wieder-Atherton, Sylvia Markovici, Marc Coppey, Olivier Charlier, Laurent Korcia, Gérard Caussé, entre outros.
Ele começou sua carreira como acompanhante vocal ao lado de um dos maiores cantores líricos do mundo, o baixo-barítono belga José van Dam, com o qual se apresentou no Carnegie Hall de Nova York, no Teatro La Scala de Milão, Théâtre Royal de la Monnaie de Bruxelas, Concertgebouw de Amsterdam, Teatro Colón de Buenos Aires, Théâtre des Champs-Elysées de Paris. Entre os cantores importantes que costuma acompanhar estão Patricia Petibon, Maria Bayo, Dame Felicity Lott, Mireille Delunsch.
Maciej Pikulski também se interessa por pedagogia e tem realizado masterclasses na China, Brasil, Índia, França, Holanda. Ele leciona no Conservatório Superior de Música de San Sebastian (Espanha) e anualmente na Nancy Summer Academies (França).
Na imprensa internacional, já foi reconhecido como um pianista com “sensibilidade de poeta” (Globe and Mail, Toronto, Canadá). O jornal The New York Times destacou sua “técnica poderosa”,  o Le Figaro o considerou um “músico magnífico” e o Corriere della Sera o definiu como “grande pianista”.


Günther Forstmaier | Clarinete

O clarinetista Günther Forstmaier nasceu em Immenstadt, Alemanha, em 1968. Aos nove anos de idade decidiu tocar clarinete e mais tarde estudou nas faculdades de música de Freiburg e Hannover, com os professores Dieter Klöcker e Hans Deinzer. Em 1992, ainda estudante, venceu o Concurso Alemão de Música de Bonn e, em 1994, o Concurso Internacional de Markneukirchen. Na mesma época, foi solista da Orquestra Jovem Gustav Mahler por um período de dois anos, antes de ingressar como clarinetista solo na Sinfônica de Bamberg.

Günther Forstmaier foi solista convidado de todas as grandes orquestras alemãs, como a Filarmônica de Berlim, a Orquestra Sinfônica de Radiodifusão da Baviera e a Filarmônica de Munique. Tocou ainda com importantes regentes como Daniel Barenboim, Wolfgang Sawallisch, Bernard Haitink, Christian Thielemann, Zubin Mehta e Claudio Abbado. Teve como colegas de música de câmara, entre outros, Bruno Canino, Christian Zacharias, Christoph Prégardien, Christoph Eschenbach, Guy Braunstein, Kolja Blacher e o Ensemble-Berlin.


Programa*

21 de maio – Matinê para crianças

Ludwig van Beethoven (1770-1827)
SINFONIA Nº 6 “PASTORAL”


22 de maio – Concerto ao ar livre

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791)
ABERTURA “AS BODAS DE FÍGARO”, KV 492

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791)
CONCERTO PARA CLARINETE A-DUR, KV 622

Ludwig van Beethoven (1770-1827)
ABERTURA EGMONT

Sergei Rachmaninoff (1873-1943)
CONCERTO PARA PIANO Nº 4


23 de maio – Sala São Paulo

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791)
ABERTURA “AS BODAS DE FÍGARO”, KV 492

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791)
CONCERTO PARA CLARINETE A-DUR, KV 622

***
Ludwig van Beethoven (1770-1827)
SINFONIA Nº 5


24 de maio – Sala São Paulo

Ludwig van Beethoven (1770-1827)
ABERTURA EGMONT

George Gershwin (1898-1937)
CONCERTO PARA PIANO EM FÁ

***
Ludwig van Beethoven (1770-1827)
SINFONIA Nº 6 “PASTORAL”

*Programa sujeito a alterações


Ingressos

ingresso-rapido-full

Telefone (também aos sábados)

Vendas pela Ingresso Rápido não possuem taxa de conveniência,
mas estão sujeitas a taxa de entrega.

www.ingressorapido.com.br


logo_mozarteum

Telefone: (11) 3815-6377  de segunda a sexta, das 9h às 18h:

Rua Pedroso Alvarenga, 58 – 3º andar – Itaim Bibi – São Paulo/SP

Programação 2016

Voltar